História da Catedral do Divino Espirito Santo

DIGNIDADE DA IGREJA PARTICULAR

Diocese é a porção do povo de Deus, que se confia a um Bispo, para apascentar com a colaboração do presbitério, de tal modo que, unida ao seu pastor e congregada por ele no Espírito Santo, por meio do Evangelho e da Eucaristia, constitui uma Igreja particular, na qual está realmente e atua a Igreja de Cristo, una, santa, católica e apostólica. Mais ainda: nela está presente Cristo, por cujo poder da Igreja se unifica. Com razão diz Santo Inácio: "Aonde comparecer o Bispo, ai se deve juntar a multidão, tal como, onde estiver Jesus Cristo, ai está a Igreja Católica.

A Igreja particular, portanto, corresponde a dignidade da Igreja de Cristo. A Igreja é a esposa de Cristo, mãe dos fiéis. Não se dá nenhuma reunião legítima de fiéis, nem comunidade de altar, que não seja sobre o sagrado ministério do Bispo. Tal reunião da Igreja particular difunde-se e vive em cada grupo de fiéis as paróquias, à frente das quais o Bispo coloca seus presbíteros, para que sob a sua autoridade, santifiquem e dirijam a porção do rebanho do Senhor que lhe está confiada.

IGREJA CATEDRAL 

A Igreja Catedral é aquela em que está a Cátedra do Bispo, sinal do magistério e do poder do pastor da Igreja particular, bem como sinal de unidade dos crentes naquela Fé que o Bispo anuncia como Pastor do Rebanho.

A Igreja Catedral, pela majestade da sua construção, é a expressão daquele templo espiritual, que é dedicado no interior das almas e brilha pela magnificência da Graça Divina, segundo aquela sentença do Apóstolo S. Paulo: "Vós sois o templo do Deus vivo" (2 Cor 6,16). Depois, deve considerar-se como imagem Figurativa da Igreja visível de Cristo no orbe da terra ora, canta e adora; deve, conseqüentemente, ser retida como, a imagem do seu Corpo místico, cujos membros estão conglutinados pela união, na caridade, alimentada pelo orvalho dos dons celestes.

Neste sentido, a Igreja Catedral deve ser considerada como centro da vida litúrgica da Diocese.

Os Fiéis devem aprender a amar com veneração a Igreja Catedral.

DECRETO DE CRIAÇÃO DA CATEDRAL DO DIVINO ESPÍRITO SANTO DA DIOCESE DE UMUARAMA - PR. 

Pelo presente Decreto se considera criada a Paróquia da Catedral do Divino Espírito Santo, em Umuarama – PR.

A nova Paróquia é desmembrada da Paróquia de São Francisco de Assis, em Umuarama – PR.

A Paróquia da Catedral constará de parte da Zona 1 da cidade, e de toda Zona 6 e 7. A linha divisória será a Avenida Castelo Branco em toda a sua extensão e continuando em linha reta, a Avenida Rio Grande do Sul. A nova Paróquia será constituída apenas da parte urbana.

A Paróquia São Francisco de Assis, constará de parte da Zona 1 e de toda a Zona 2,3,4 e 5 da cidade e toda parte rural que já lhe pertencia.

A Paróquia Catedral do Divino Espírito Santo, foi entregue aos cuidados da Sociedade do Apostolado Católico, Província de São Paulo Apóstolo e seu primeiro Vigário tomará posse no dia 27 do corrente. Dado em Umuarama 17 de Janeiro de 1974. Dom José Maria Maimone, Bispo da Igreja em Umuarama.

Aos 7 dias do mês de junho de 1987, Festa do Padroeiro foi solenemente dedicada e inaugurada a Catedral do Divino Espírito Santo, na cidade e Diocese de Umuarama, às 09h30'.

Compartilhe esta publicação
Top